terça-feira, agosto 16, 2011

Tempos...

Veja, o ponteiro do relógio está passando lentamente agora...
Aquele velho relógio lembra aquele passado, aquele passado monótono e sem vida.
Mas então aquela sonhada mudança se concretizou?
Um livro queimado, uma amarga lembrança e aquele perfume esquecido...
Dias e noites eram iguais, chuva ou sol, quente ou frio... Qual seria a diferença?
Um sorriso junto com uma lágrima, a chuva junto com o sol, o dia e a noite juntos em um eclipse, felicidade e tristeza de mãos dadas...
Longe dali existia vida? Como seria?
As questões que não pareciam ter respostas, hoje são respondidas.
Já dizia aquele profeta " o mundo continua girando " como se existiam vidas parando?
Vidas paradas, pessoas acabadas, enquanto o mundo girava, com suas voltas e surpresas em suas longas jornadas...

7 comentários:

disse...

muito bonito!! parabéns lindo blog!
www.poeiraeboanoite.blogspot.com

lollyoliver disse...

Adorei, muito bom!
http://lollyoliver.wordpress.com/

Françoíse Machado. disse...

Adorei o jeitinho que você escreve. Me identifiquei!
Estou seguindo, claro!
Um beijo.

different_EU disse...

Adorei seus textos,escreve mto bem kero eu um dia escrever assim ;) hihi
Agr que descobri seu blog,estarei sempre por aki,otimo trabalho. ;*
www.diferenteu.blogspot.com

equipeloveme disse...

Olá,
Adorei o seu blog e o conteúdo dele.
Tem post novo no nosso blog, dá uma passadinha lá? =)
Que você tenha uma excelente semana!
Beijão

Hermann disse...

"O tempo não para..." como cantou Cazuza. Isso porque somos e continuamos a ser, até ou talvéz além, do dia em que a única certeza da vida chegar...


http://plumitivoledor.blogspot.com/

Elania disse...

Acho que isso é a vida. O tempo, o mundo.