quinta-feira, março 15, 2012

Espelhos quebrados.

Espelhos ainda podem nos mostrar a falsidade no ar, nos fazendo lembrar das histórias que nunca ousamos contar.
Diante dos mesmos espelhos quebrados, ainda surgem as mesmas perguntas, os mesmos rostos, as mesmas lágrimas...
Faces cobertas de tristeza, vítimas do destino que sempre nos levará para qualquer lugar, enquanto continuaremos a procurar a hora certa de voltar, a hora certa de lutar...
Essa é a vida que continua a nos guiar. Vítimas do acaso ou de um destino planejado... Tanto faz, iremos para o mesmo lugar.

2 comentários:

Hellen Rocha disse...

Que texto dahora *-* amei,você vai longe assim!Beijos ;*

Carol disse...

*-*